José Eduardo foi esta quarta-feira considerado culpado de crime de difamação agravada a Marco Silva e condenado a pagar 10 mil euros de indemnização ao treinador, que na altura dos factos estava à frente do Sporting, por danos não patrimoniais, e mais 5.400 euros ao Estado.

Em causa estavam declarações do antigo jogador do Sporting sobre o técnico, em entrevista à RTP, nas semanas que antecederam a sua saída dos leões, em 2015, tendo a acusação pedido uma indemnização total de 45 mil euros.

Autor: Bruno Dias