Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Procuradoria pede 13 anos de prisão para antiga presidente do Rayo Vallecano

Teresa Rivero é acusada de fraude fiscal

A Procuradoria de Madrid pede 13 anos e nove meses de prisão para a ex-presidente do Rayo Vallecano, Teresa Rivero, acusada pelo Ministério Público espanhol de oito crimes fiscais relacionados com o pagamento do IVA e do IRS durante os anos de 2005, 2006, 2007 e 2008.

A sentença será conhecida na próxima segunda-feira. Teresa Rivero, de 83 anos, é acusada de fraude fiscal superior a 6 milhões de euros, durante a sua passagem pelo Rayo Vallecano. 

Foram pedidas penas (semelhantes) também para outros ex-dirigentes do clube: Alvaro Ruiz-Mateos Rivero, Jesus Fraile Delgado, assim como Francisco Javier Ruiz-Mateos e Gema Barrasa Soto. De acordo com a acusação, os arguidos decidiram "conscientemente ignorar as responsabilidades" de pagar ao Fisco. 
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias
M M