Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Aumentos geram tensão entre árbitros e Liga

Partes sem acordo

Árbitros e Liga Portugal continuam sem acordo relativamente ao aumento dos prémios de jogo, que não são revistos desde 2009/10. Os juízes exigem uma atualização de 10 por cento (incluindo subsídios de refeição e deslocação), alegando que a inflação acumulada nos últimos nove anos foi de 11 por cento; a Liga não passa dos 6 por cento.

Ontem, decorreu mais uma ronda negocial entre árbitros e Liga. Ao que Record apurou, o acordo continuou distante e as posições extremaram-se, ao ponto de os juízes ponderarem medidas de protesto a breve prazo. No entanto, a possibilidade de greve não está em cima da mesa.

Ao mesmo tempo, decorrem negociações entre Liga e Federação Portuguesa de Futebol (FPF) para transferir todos os temas de arbitragem para a Cidade do Futebol. Também neste caso, o entendimento ainda parece distante. Na proposta apresentada pela FPF, a Liga teria de contribuir com 3,4 milhões de euros anualmente, valor que já incluía o aumento de 10 por cento para os árbitros, mas o organismo que tutela o futebol profissional não quer pagar mais de 2,8 milhões de euros.
Por Sérgio Krithinas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Arbitragem

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M