Record

CJ manda integrar árbitro Jorge Ferreira na 2.ª categoria

Juiz da AF Braga tinha sido excluído do quadro C2

• Foto: Luís Manuel Neves

O Conselho de Justiça (CJ) deu provimento ao recurso do árbitro Jorge Ferreira, anulando a sua exclusão do quadro de juízes da 2.ª categoria, ordenada pelo Conselho de Arbitragem no início desta temporada.

No acórdão publicado esta sexta-feira no site da Federação, pode ler-se que o ato administrativo (a elaboração de uma lista de árbitros C2 sem Jorge Ferreira) carece da "fundamentação legalmente exigida", pelo que "não pode substitir" e "tem de ser anulado".

Jorge Ferreira foi despromovido à C2 no final da temporada 2016/17, situação que contestou, alegando incompatibilidade de Paulo Costa, um dos responsáveis pelas classificações e irmão de Rui Costa, árbitro do quadro C1. O CJ deu-lhe razão e o Conselho de Arbitragem elaborou uma nova classificação, sem contabilizar as avaliações feitas por Paulo Costa, mantendo o árbitro em lugar de despromoção. Este recorreu para o Tribunal Arbitral do Desporto, que ainda não se pronunciou sobre o caso.

Na época passada, apesar de ter sido integrado na 2.ª categoria, não efetuou nenhum jogo. Apesar disso, o CJ revogou a decisão de o retirar dos quadros.

Por Sérgio Krithinas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Arbitragem

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M