Luciano Gonçalves espera que o clássico entre Benfica e FC Porto, marcado para o dia 1 de abril, no Estádio da Luz, seja "um grande jogo futebol disputado por três grandes equipas". O líder da APAF acredita ainda que o ambiente em torno da arbitragem está melhor mas ainda há muito trabalho para ser feito.

"O ambiente está um pouco mais calmo, mas não o suficiente, até porque este fim-de-semana voltou a haver novamente agressões nos campeonatos regionais. Enquanto assim for, não podemos dizer que o ambiente está calmo. Está mais calmo, mas ainda não como devia estar que é o normal", apontou Luciano Gonçalves à entrada para a 2.ª Gala das Quinas de Ouro, antes de esclarecer: "Foi uma agressão a um miúdo de 15 anos num jogo de miúdos de 12 anos. Um pai de uma bofetada num árbitro com 15 anos. É isto o nosso futebol. Infelizmente é isto o nosso futebol".

O líder dos árbitros lamentou ainda que o ambiente que se vive em torno da arbitragens na 1.ª liga propicie que o mesmo aconteça nos escalões mais baixos do futebol: "Como já disse várias vezes, tudo é que feito de bom e de mau em cima transmite por aí abaixo. É normal que todo o péssimo ambiente que existe em cima tenha reflexo cá em baixo pela negativa quando se trata de situações negativas".

A ajudar a essa tendência está o final do campeonato, em que Benfica e FC Porto disputam a liderança da tabela classificativa, havendo de parte a parte críticas e ataques às arbitragens.

"Infelizmente o nosso futebol já nos tem habituado a isso. Quando estamos na fase final só se fala 35 horas por semana em arbitragem, portanto temo que, chegando à parte final, se passe para as 40 horas a falar de arbitragem. Certamente que não é isso que vai melhorar o nosso futebol e a arbitragem em concreto".

Luciano Gonçalves confia no Conselho de Arbitragem


Ora, a próxima jornada tem reservada precisamente um clássico entre Benfica e FC Porto, no Estádio da Luz. Luciano Gonçalves confia em pleno no Conselho da Arbitragem e no árbitro que venha a ser nomeado.

"Espero que seja mais um grande jogo de futebol disputado por três grandes equipas e é isso que qualquer adepto que goste de futebol espera. O Conselho de Arbitragem, melhor do que ninguém, saberá qual o árbitro que possa desempenhar esse papel na perfeição".

Autor: João G. Oliveira