Jan Oblak deixou o Benfica em julho de 2014, com o Atlético Madrid a pagar o valor da cláusula de rescisão no valor de 16 milhões de euros. No entanto, nos cofres da Luz apenas entraram 9,46 milhões de euros, segundo documentos revelados pelo Football Leaks analisados pelo 'El Mundo', que integra o consórcio de jornalistas European Investigative Collaborations (EIC). 

A publicação espanhola refere que só o agente do guarda-redes eslovaco, Miha Mlakar, recebeu 1,9 milhões de euros da transferência de Oblak para o Atlético Madrid, ficando ainda acordado o direito a 12,5% de um futuro negócio.

O jornal espanhol indica ainda que apesar de a transferência ter sido concretizada por Miha Mlakar, também Jorge Mendes beneficiou com o negócio, ficando com 20%. Segundo o 'El Mundo', um ano antes da saída de Oblak para o Atlético Madrid, Jorge Mendes e o Benfica terão acordado que a empresa do representante português, em caso de transferência do guarda-redes, receberia 20% do negócio.

Nas contas da transferência há ainda a suprimir o valor recebido pelo Olimpija Ljubljana, clube de formação do guarda-redes, com direito a 5%.
 

Autor: Marta Correia Azevedo