Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Tribunal proíbe publicação de notícias relacionadas com a empresa que assessorava Ronaldo

Sociedade Senn Ferrero visada nos últimos dias

Empresa Senn Ferrero trabalhou com Cristiano Ronaldo
• Foto: Reuters
Um juiz espanhol proibiu os 12 elementos do consórcio envolvidos na publicação de documentos do Football Leaks de divulgarem notícias relacionadas com a sociedade Senn Ferrero, segundo divulgou esta segunda-feira a France Press. Esta empresa assessorou por exemplo Cristiano Ronaldo e José Mourinho em assuntos fiscais.

O magistrado Arturo Zamarriego terá enviado mesmo uma carta a cada um dos 12 elementos do consórcio onde deixa clara a proibição da divulgação de qualquer informação sobre os clientes da referida sociedade.

De resto, o mesmo juiz pediu ajuda às autoridades alemãs para que façam cumprir esta proibição junto do 'Der Spiegel', que tem na sua posse 18 milhões de documentos do Football Leaks.

Esta decisão surge depois da polémica dos últimos dias sobre alegadas fugas ao fisco de várias personalidades do mundo do desporto.
Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Football Leaks

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M