A seleção do Brasil regressa hoje a uma praia onde triunfou no ano passado. Não só pelo sucesso desportivo mas também pelo calor humano, o capitão Bruno Xavier assume que gosta de estar no nosso país. "Sinto-me em casa quando jogo em Portugal. Temos a mesma língua, as pessoas são fantásticas e temos grandes expectativas para o torneio", começou por dizer o defesa canarinho ao site da Beach Soccer World Wide, entidade organizadora do Mundialito.

Em relação aos adversários, Bruno Xavier mostrou-se atento. "Já joguei contra Portugal e Rússia, mas nunca contra a França. Portugal é uma das melhores Seleções do Mundo, como a Rússia, que surge revigorada neste torneio. A França está a ressurgir com Stephane François no comando", explicou.

A Rússia estreia-se neste Mundialito e o treinador Mikhail Lichachev não esconde o orgulho por estar entre os convidados. "Estamos muito felizes por jogar pela primeira vez neste torneio, que tem uma grande história. Este ano estão cá grandes equipas", disse.


Autor: Cláudia Marques