O pensamento de Harramiz está já no próximo jogo da Académica, sábado frente ao Real, mas o passado recente não está esquecido. Na memória do extremo da Briosa está ainda o empate com o Famalicão, no último fim-de-semana, jogo que terminou com um empate (1-1) e com muita confusão no final.

"O que aconteceu no último jogo dá-nos mais força. Vamos com mais fome para vencermos", sublinhou o jogador, de 27 anos, lembrando o que, de facto, falhou no duelo com a formação famalicense. "Fizemos tudo para ganhar, mas falhámos na finalização", constatou.

Agora, diante do Real de Massamá, só a vitória interessa aos estudantes. "Esperamos um jogo difícil, mas se fizermos o que temos treinado vamos vencer. Jogamos sempre para ganhar e desta vez não vai ser diferente", defendeu Harramiz, que pretende tirar proveito da posição delicada do Real na tabela classificativa. "Eles vão fazer tudo para conquistar os três pontos e nós podemos aproveitar a ansia deles. Isso pode ser benéfico para nós", lembrou.

Taça no dia 30
Agora sim parece ser definitivo. Depois de ter sido rejeitada a possibilidade do jogo entre o Caldas e a Académica, referente à Taça de Portugal, ser adiado, a Federação Portuguesa de Futebol voltou atrás na decisão, agendando o jogo para dia 30 de dezembro, às 15 horas, em vez do dia 13, dia ‘oficial’ para a realização dos jogos.

Esta data é da conveniência dos dois clubes, que pretendem, desta forma, tentar levar o máximo de adeptos ao Campo da Mata, estádio que será palco do encontro entre os ‘pelicanos’ e os ‘capas negras’.

Autor: Ricardo Chambel