O Fafe desceu este domingo ao Campeonato de Portugal Prio devido à derrota fora com o Desportivo das Aves, por 3-0, na 42.ª e derradeira jornada da 2.ª Liga.

O conjunto avense tinha ainda hipótese de ser campeão nacional e fez a sua parte vencendo este jogo, mas o Portimonense, que foi aos Açores vencer o Santa Clara (1-2), segurou assim o primeiro lugar e por isso ficou com o título da 2.ª Liga.

O pior foi para a equipa fafense, que chegou a este jogo com a possibilidade de lutar ainda pela manutenção através de um playoff final e rapidamente começou a hipotecar as suas esperanças.

O primeiro golpe nas esperanças da equipa visitante surgiu com um golo na própria baliza do central ucraniano Lytvyn, que introduziu a bola na sua própria baliza quando tentou cortar um cruzamento tenso de Balogun que seguia para Barry.

O Fafe não se rendeu, Alan Júnior forçou Marco Pinto a uma boa defesa e, sobretudo, viu-se a jogar em superioridade numérica quando havia uma hora pela frente, devido à expulsão do médio defensivo Ericson.

Ericson, para o árbitro, terá agredido Reinildo numa disputa direta entre ambos e viu o cartão vermelho.

Com menos um, o Aves podia ter feito o segundo golo aos 37 minutos, num a boa jogada entre Guedes e Caetano e conseguiu manter o domínio da partida antes um opositor confuso e com pouca confiança.

A segunda parte abriu com mais um grande defesa de Marco Pinto (46), após remate forte de Geraldo, o que parecia indiciar que o Fafe iria tomar conta do jogo.

Marco Pinto brilhou novamente aos 62 minutos para deter um cabeceamento de Reinildo, mas acabou por ser o Aves a fazer a festa com novo golo, aos 82, por João Amorim, no seguimento de uma saída rápida para o ataque.

Esse golo destroçou o treinador do Fafe, Manuel Monteiro, e os seus jogadores, ao passo que o Aves mostrou uma crescente confiança e segurança e lidou bem com a inferioridade numérica.

O 3-0 final foi obra de Leandro Souza e surgiu quando o Fafe já era uma equipa desorganizada e sem norte, que assim, um ano depois, sensivelmente, regressa ao terceiro escalão do futebol português.

Jogo Estádio do CD Aves, em Vila da Aves.

Desportivo das Aves - Fafe, 3-0.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

1-0, Lytvyn, 16 minutos (própria baliza).

2-0, João Amorim, 83

3-0, Leandro Souza, 89

Equipas:

Desportivo das Aves: Marco Pinto, João Amorim, Tiago Valente, Xandão, Balogun, Ericson, Guedes (Leandro Souza, 72), Bruno Alves, Tarcísio, Caetano (Luís Alberto, 63) e Barry (Theo Mendy, 59).

(Suplentes: Rafa, Ribeiro, Luís Alberto, Leandro, Romaric, Renato Reis e Theo Mendy).

Treinador: José Mota.

Fafe: Marçal, Marco André (Sarkic, 58), Carvalho (Pedro Pereira, 80), Lytvyn, João Pedro (Borges, 71), André, Digas, Geraldo, Samu, Reinildo e Alan Júnior.

(Suplentes: Ricardo Fernandes, Sarkic, Landinho, Pedro Pereira, Syzyi, Borges e Azemovic).

Treinador: Manuel Monteiro.

Árbitro: Luís Godinho (AF Évora).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Sarkic (67). Cartão vermelho para Ericson (32).

Assistência: cerca de 3.000 espetadores.

Autor: Lusa