O Aves, que terminou um jogo recheado de polémica com dez jogadores, empatou este domingo com o Leixões (1-1), em Matosinhos, em partida da 31.ª jornada da 2.ª Liga.

Erivaldo colocou os visitantes a vencer, aos 9 minutos, respondendo Porcelis, na segunda parte, aos 84', de penálti, do qual resultou a expulsão de Quim, que deixou o Aves com dez jogadores em campo.

Sem ganhar há sete jornadas, a equipa da Vila das Aves, que mantém o segundo lugar, cedo se colocou a vencer, chegando ao golo na sequência de um pontapé de canto de Pedró (9'), que fez a bola chegar ao segundo poste, de onde Luís Alberto assistiu Erivaldo para o 1-0.

Assentando o seu jogo ofensivo na velocidade de Femi, a equipa visitante perturbava o Leixões sempre que este tentava a resposta e, também por isso, apenas ao minuto 20 Quim foi incomodado.

Na cobrança de um livre direto, Bruno Lamas obrigou o guarda-redes avense a defesa apertada para fora, com Quim a ter de voltar a aplicar-se no minuto seguinte, quando Abalo tentou a sorte de fora da área.

O minuto 42 trouxe a polémica ao jogo, na recarga de Tarcísio a uma defesa para a frente de Ricardo Moura a um remate de Guedes, a bola embateu no corpo de Lucas, ficando os visitantes a reclamar penálti.

Há cinco jogos sem vencer, mas, em caso de vitória, com a possibilidade de sair da zona de despromoção, o Leixões surgiu mais ousado na segunda parte mercê da liberdade de Fati em campo.

Aos 59 minutos, Porcelis viu o empate ser anulado por alegada mão na bola, após um livre de Bruno Lamas, e a polémica aumentou quando, aos 75 minutos, na pequena área, Quim agarrou uma bola atrasada com o pé por Nélson Pedroso, sem que o árbitro assinalasse algo.

Aos 81 minutos, Quim derrubou Tino na área, viu o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Na conversão do penálti, Porcelis fez o empate, resultado que mantém o Leixões no 21.º e penúltimo lugar da classificação.

Jogo no Estádio do Mar, em Matosinhos.

Leixões - Desportivo das Aves, 1-1.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Erivaldo, 09 minutos.

1-1, Porcelis, 84 (grande penalidade)

Equipas:

- Leixões: Ricardo Moura, André Teixeira, Silvério, Wellington (Miguel Ângelo, 52), Lucas, Abalo, Bruno Lamas (Leonel Enguene, 74), Bruno China, Fatai (Tino, 52), Fati e Porcelis.

(Suplentes: Assis, Ludovic, Rui Cardoso, Miguel Ângelo, Tino, Cadu e Leonel Enguene).

Treinador: Daniel Kenedy.

- Desportivo das Aves: Quim, João Amorim, Tiago Valente, Romaric, Nélson Pedroso, Luís Alberto, Tarcísio (Bruno Alves, 80), Erivaldo (Zé Tiago, 60), Pedró, Guedes e Femi (Marco Pinto, 83).

(Suplentes: Marco Pinto, Zé Tiago, Renato Reis, Ericson, Caetano, Bruno Alves e Theo Mendy).

Treinador: José Mota.

Árbitro: Nuno Almeida (AF Algarve).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Romaric (19), Fati (35), Luís Alberto (50), Tino (56), Erivaldo (57), Quim (59 e 82) e Tiago Valente (77). Cartão vermelho por acumulação a Quim (82).

Assistência: cerca de 1.000 espectadores.

Autor: Lusa