O Portimonense regressou esta quarta-feira às vitórias ao vencer o Desportivo das Aves, por 2-1, em jogo da 37.ª jornada da 2.ª Liga, e ficou a um ponto de garantir a subida ao escalão principal. Já os minhotos também podem fazer a festa na próxima ronda, mas precisam de vencer o Famalicão e esperar que o Varzim e o Penafiel não ganhem.

No Estádio Municipal de Portimão, o Portimonense chegou ao intervalo em vantagem com um golo marcado por Chidera (45'), e o Aves empatou por Guedes (56'), mas Ewerton deu o triunfo aos algarvios aos 80', colocando ponto final numa série de quatro derrotas.

A equipa comandada por Vítor Oliveira lidera agora com 73 pontos, mais cinco do que o Desportivo das Aves, segundo classificado, com 68, que se mantém no lugar de subida, 10 pontos acima do Varzim, terceiro classificado. Isto quando faltam cinco jornadas para o final do campeonato.

Numa partida em que o Portimonense fez apenas o suficiente para assegurar a vitória, couberam ao Aves as melhores oportunidades de golo, a primeira aos 12 minutos, com Ricardo Ferreira a segurar o remate de Balogun.

Com o domínio do meio-campo, o Aves evidenciava maior perigo no ataque e, aos 24 minutos, Erivaldo voltou a desperdiçar a oportunidade de abrir o marcador, com um remate ao lado.

O Portimonense só aos 34 minutos é que criou perigo para a baliza de Quim, com o guarda-redes do Aves a desviar um remate de Paulinho, na sequência de um livre cobrado à entrada da área.

Os algarvios colocaram-se em vantagem antes do intervalo, através de um lance de bola parada, tendo Paulinho assistido Chidera que, de cabeça, colocou a bola fora do alcance de Quim.

No segundo tempo, o Aves entrou com maior velocidade e, aos 56 minutos, Guedes, solto na área e assistido por Erivaldo, igualou o marcador, com um remate fora do alcance de Ricardo Ferreira.

O golo deu maior alento à formação de José Mota, que obrigou o Portimonense a recuar no terreno, mas os avançados Erivaldo e Guedes demonstraram falta de discernimento nas duas melhores ocasiões para virarem o marcador a seu favor.

Quem aproveitou foram os algarvios, que, em contra-ataque e contra a corrente do jogo, voltaram a colocar-se em vantagem por intermédio de Ewerton (80'), jogador que aproveitou uma defesa incompleta de Quim -- após remate de Manafá - para fixar o resultado.

Jogo no Estádio Municipal de Portimão

Marcadores:
1-0, Chidera, aos 45 minutos.
1-1, Guedes, 56.
2-1, Ewerton, 80.

PORTIMONENSE - Ricardo Ferreira, Zambujo, Ivo Nicolau, Brendon, Luís Mata, Pedro Sá, Gleison (Marcel, 45'), Paulinho (Tabata, 87'), Chidera (Manafá, 62'), Ewerton e Pires.

Suplentes: Carlos, Dener, Tabata, Manafá, Gustavo, Marcel e Buba.

Treinador: Vítor Oliveira.

DESPORTIVO DAS AVES - Quim, Amorim, Tiago Valente, José Pedro, Nelson Pedroso, Pedró (Bruno Alves, 34'), Ericson, Tarcísio (Barry, 50'), Erivaldo, Balogun (Caetano, 78') e Guedes.

Suplentes: Marco Pinto, Xandão, Luís Alberto, Zé Tiago, Barry, Caetano e Bruno Alves.

Treinador: José Mota.

Árbitro: Bruno Esteves (AF Setúbal).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Tarcísio (44'), Zambujo (65'), Barry (71'), Tiago Valente (80'), Paulinho (87') e Ricardo Ferreira (90').

Assistência: cerca de 2.200 espectadores.

Autor: Lusa