Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Tanque promete ataque à subida

Ponta-de-lança já percorreu meio Mundo em busca da afirmação. Mata Real é a nova etapa

• Foto: Carlos Gonçalves

O ataque do P. Ferreira vai ficar esta época entregue a um brasileiro com uma alcunha peculiar. Douglas, de 24 anos, passou a ser conhecido no mundo do futebol como Tanque por causa do seu potente remate e é essa fama que pretende demonstrar na sua primeira experiência no futebol europeu.

"Ganhei esse nome no Corinthians e agora toda a gente me conhece como ‘Tanque’. Mas também procuro sempre ajudar os meus colegas na marcação, nos passes, na disputa das bolas e também fazer golos", referiu, em jeito de radiografia às suas qualidades.

Douglas Tanque tem uma carreira curiosa, que o levou aos quatro cantos do Mundo. Já foi considerado uma das promessas do Corinthians, mas os sucessivos empréstimos a equipas dos escalões secundários do Brasil não correram como perspetivava e, como solução, acabou por tentar a sorte no estrangeiro.

"Joguei muito em equipas pequenas e não tive oportunidades para atuar no Corinthians. Isso já passou, tenho que deixar essa fase para trás e seguir o meu caminho." O seu trajeto fora do Brasil levou-o ao Japão, em 2015, depois seguiu-se uma aventura no México, onde deu nas vistas com os 10 golos marcados em 28 jogos. Seguiu-se uma nova oportunidade no oriente: no Japão e, mais recentemente, na Tailândia, ao serviço do Police United, clube que representou antes de chegar a Portugal.

"É verdade que já conheci muitos países, mas o meu sonho sempre foi jogar na Europa e agora que consegui chegar, vou dar o meu máximo para ajudar o Paços a alcançar a subida de divisão", concluiu o avançado, que já marcou um golo nos jogos de pré-época, frente ao Merelinense.

Por José Santos
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de P. Ferreira

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M