Continuam as queixas dos adversários do Canelas 2010 nas provas da Associação de Futebol do Porto, agora na Divisão de Elite. Desta vez, foi o treinador do Pedrouços, derrotado este domingo pela equipa de Fernando Madureira e outros elementos dos Super Dragões, a partir a loiça, atacando árbitros e delegados da AF Porto.

"Não culpo os jogadores do Canelas, porque se estivesse no lugar deles fazia exatamente o mesmo. Culpo estes árbitros, que não têm tomates - é mesmo assim que se tem de dizer, não têm tomates. Culpo os delegados da AF Porto, que assistem a tudo a que uma pessoa sente lá dentro por parte do adversário e nada fazem. É incrível aquilo que se passou", afirmou Jorge Ramalho, à Minuto90 TV.

O técnico, que recordou ter "31 anos de futebol", anunciou que se vai negar a jogar contra o Canelas 2010. "Não tenho nada contra os jogadores do Canelas, tenho alguns amigos lá, mas não posso continuar a compactuar com isto", justificou.

Ramalho contou que até já foi árbitro. "Apitei-os duas vezes, até empataram 1-1 e nunca tive problemas com Aranha, Fernando Madureira, Isaac ou Chibante...", revelou, acusando o Canelas de ter "umas regalias" que a sua equipa não teve. "Sei que os árbitros têm família e compreendo a situação deles. Mas se não conseguem fazer [jogos do] Canelas, cheguem à Associação e vetem o Canelas", apelou.