Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

A última hipótese de Quim agarrar a Taça

Experiente guarda-redes volta hoje à baliza em busca de uma final que já perdeu duas vezes

• Foto: Simão Freitas
Afastado do onze há um mês e meio, desde a derrota com o Sporting, em Alvalade, Quim está nos planos de José Mota para o encontro de hoje com o Sp. Caldas, da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal.

Depois de ter perdido a titularidade na 1ª Liga, naquela que pode ser a sua última época como profissional, o experiente guarda-redes de 42 anos vai merecer a total confiança do técnico do Aves para os dois jogos decisivos no caminho para o que pode ser uma inédita final do Jamor, no caso do clube, pois no caso do guarda-redes isso já sucedeu em duas ocasiões.

Com um currículo rico, Quim ainda não conta com a conquista de qualquer Taça de Portugal, apesar de já ter estado em duas finais no mítico Estádio Nacional: uma pelo Sp. Braga, em 1998, com derrota frente ao FC Porto por 3-1, e outra já como guarda-redes do Benfica, frente ao V. Setúbal, que também perdeu por 2-1. Será que à terceira é de vez?

Por agora, Quim apenas tenta dar o seu contributo para chegar ao Jamor com a sua experiência. Mais um argumento que joga a seu favor na luta pela titularidade com Adriano Facchini, uma vez que Artur Moraes permanece na sombra. Herói nos quartos-de-final, em Vila do Conde, o dono da baliza nas partidas do campeonato deve começar o jogo com o Sp. Caldas no banco.
Por Bruno Freitas
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Aves

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M