O Aves voltou esta terça-feira às vitórias na Liga NOS mais de dois meses depois, ao bater o Boavista por 3-0, um desfecho que naturalmente deixou o técnico José Mota satisfeito. Ainda assim, e apesar do triunfo alcançado, o treinador avense recorda que nada foi alcançado, até porque o clube segue em último.

"Não sei se foi a melhor exibição, sei que foi uma vitória justa e os jogadores tudo fizeram para que ela acontecesse. Foi com o trabalho deles, com a organização e rigor que tivemos todo o jogo. Foi uma vitória com um adversário com as dificuldades que se conhecem, se calhar com outras ambições. Fomos pressionantes, soubemos ter bola, criámos várias situações de golo, poderíamos ter conseguido mais golos"

"Na segunda parte fomos mais organizados em termos defensivos, o adversário não criou perigo e acabámos por fazer o terceiro golo de forma justa. O que espero é que esta determinação e esta concentração se mantenha para o futuro. Cinco meses sem vencer em nossa casa é um absurdo, um exagero. Sabemos que as equipas que lutam pela manutenção têm de fazer do seu estádio uma fortaleza. Espero que se mantenha esta confiança nas seis jornadas que faltam em nossa casa"

"Continuamos em último lugar, não ganhámos nada. O importante é que nas joRNadas que faltam continue esta atitude. Fomos alegres e atrevidos, fomos diferentes pela positiva. Temos potencial para sair desta posição. O trabalho da semana tem um exame final no dia de jogo e eles prepararam-se para este jogo".

Autor: Lusa