"Estou bem, muito melhor". Estas palavras proferidas por Fernando Tissone tranquilizam todos os que viveram momentos de sobressalto quando o jogador chocou com Sparagna aos 80 minutos do jogo com o Boavista, anteontem. Tissone saiu de maca e foi hospitalizado, tendo sido diagnosticado um traumatismo cranioencefálico com perda de memória momentânea – TCE de gravidade moderada ou concussão cerebral de grau 2. A situação do argentino está "estabilizada" e tudo "não passou de um enorme susto", conforme informou o clube. O jogador esteve no hospital até às 10 horas de ontem, não se treinou e agora está em repouso, sendo reavaliado diariamente.

"Obrigado a toda a gente pelas mensagens e pela preocupação. Estou bem, muito melhor. Agora é recuperar o melhor possível para voltar a jogar", disse Tissone num vídeo divulgado pelo clube. As limitações do médio não beliscam a confiança do Aves, que acalenta a esperança de que o jogador possa recuperar a tempo de ser chamado para o desafio com o Belenenses.

Afinal de contas, o reforço de inverno já convenceu José Mota. "O Tissone tem mostrado que posso confiar nele e que posso dar-lhe a titularidade", disse o treinador após o desafio com o Boavista.


Tissone (Aves) ficou inanimado após choque com adversário e saiu com colar cervical

Tissone (Aves) ficou inanimado após choque com adversário e saiu com colar cervical


Autores: Bruno Freitas e André Gonçalves