A assembleia geral do Belenenses foi interrompdia devido a confrontos entre os sócios. Tudo se precipitou no momento em que Patrick Morais de Carvalho, presidente do clube, se dirigiu aos sócios relativamente à votação da denúncia do protocolo com a SAD.

"Quem estiver pela Codecity e contra o clube que vote não. Não se abstenham. Quem tiver dúvida que saia do pavilhão", afirmou Patrick Morais de Carvalho, levando a que os ânimos se exaltassem e houvesse confrontos entre os adeptos. A Polícia teve mesmo de ser chamada para evitar males maiores.

Quando o ambiente voltou a acalmar, Patrick Morais de Carvalho assumiu a responsabilidade e passou a 'pasta' da negociação do novo protocolo. "Sou o responsável pelo que aconteceu aqui. Se os sócios aqui presentes entenderem penalizar-me de qualquer maneira, sinto-me livre para aceitar o que aconteceu", explicou.

"Faço o convite a Pedro Pestana Bastos, presidente da mesa da assembleia geral e Henrique Abecasis, presidente do conselho geral. vou afastar-me desta negociação. Como presidente tenho muito com que me preocupar", acrescentou.

As imagens dos desacatos que interromperam a Assembleia Geral do Belenenses

As imagens dos desacatos que interromperam a Assembleia Geral do Belenenses


Autor: André Ferreira