Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Dia de dar o exemplo em cenário mais leve

Pereirinha e Benny deixaram conselhos aos alunos após quebrarem enguiço no campeonato

• Foto: Fernando Ferreira

De cabeça limpa e espírito renovado. Assim está o Belenenses, depois de a série de 15 jogos sem vencer ter chegado ao fim frente ao Estoril. Bruno Pereirinha foi porta-voz dessa tranquilidade, a propósito de uma visita à Escola Secundária do Restelo, onde tanto o lateral como Benny e ainda Rui Pedro Soares distribuíram autógrafos e convites para a receção de amanhã ao Feirense.

"Estávamos há muitos jogos sem ganhar. É bem verdade que tivemos muitas ocasiões para tal, mas por um motivo ou outro empatávamos ou perdíamos. Foi muito importante, do ponto de vista psicológico, e a equipa está motivada em ter uma série de vitórias", comentou o defesa, de 29 anos, que espera renovar o contrato que termina no final desta época.

Certo é que Pereirinha está a começar a sentir-se melhor, depois de um ano perdido no At. Paranaense. "Vim de uma época atípica no Brasil, porque tive problemas com o clube e fui afastado do plantel. Os meus níveis físicos caíram e, quando vim para o Belenenses, sabia que ia ser um processo longo até ter condições físicas que me permitissem ser útil. Estou a jogar mais e espero continuar", explicou aos jornalistas.

Receita do sucesso

Numa dinâmica mais descontraída, Pereirinha garante que nunca deixou de lado a escola, pelo que, se o futebol não tivesse resultado, o defesa seria... fisioterapeuta.

Por seu turno, Benny só tinha olhos para a bola, mas também tem um plano B. "Tirei o curso de Economia, por isso seria gestor, provavelmente. Quando acabar a carreira, posso tirar o curso de treinador ou de gestão de desporto. Algo que me deixe ligado ao mundo do futebol!", confessou.

Por Pedro Gonçalo Pinto
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Belenenses

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M