Tonel admite ter desviado a bola com a mão no lance da grande penalidade que determinou a derrota dos azuis. "Foi tudo muito rápido, já estava em dificuldades físicas, levei um toque e toquei a bola com a mão. Não tinha a intenção de jogar com a mão", garante o central, lamentando que o lance infeliz tenha deitado por terra a "organização e a vontade" de um conjunto que fez tudo para pontuar: "Trabalhámos muito, o Sporting é melhor equipa do que nós... e há aquele penálti. Felicidade deles, infelicidade nossa."

Saudado pelos adeptos, ao contrário de Carlos Martins, assobiado quando entrou, Tonel reconheceu ter sido "um prazer enorme" regressar a uma casa onde atuou durante cinco épocas.