Record

100 anos: Tamagnini Nené

AVANÇADOS CENTRO - VII

100 anos: Tamagnini Nené
100 anos: Tamagnini Nené • Foto: D.R./Record
Era um extremo-direito rápido, com sentido de baliza, gerador de golos com assinatura dos avançados da época, Eusébio acima de todos. Em meados dos anos 70 assumiu-se como ponta-de-lança e deu início a uma das lendas mais expressivas entre os melhores goleadores do futebol português.

Tamagnini Nené chegou ao fim da carreira com um total de 473 golos em 803 jogos ao serviço do Benfica, com um parcial de 421 jogos e 262 golos a contar para o campeonato da I Divisão - só superado por Eusébio e José Águas. Nené foi um jogador de estilo felino e delicado, que passou uma vida inteira a contrariar os profetas do esforço, tornando-se, sempre com luvas brancas, num dos mais temíveis predadores da história do jogo em Portugal.

Quando abandonou a carreira, aos 36 anos, tinha o aconchego de dez títulos nacionais e seis vitórias na Taça de Portugal.

Aqueles três golos ao FC Porto

Ao longo de 17 temporadas, Nené viveu momentos de grande esplendor. É o futebolista com mais presenças na I Divisão ao serviço do Benfica e os momentos altos sucederam-se. A 31 de Outubro de 1973 teve um dos maiores reconhecimentos internacionais da carreira, ao ser convocado para um jogo entre selecções da Europa e da América do Sul - um golo no empate 4-4. A 6 de Junho de 1981, na final da Taça de Portugal, marcou três golos ao FC Porto, na vitória por 3-1.
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M