Ainda o jogo não tinha começado e os adeptos de Rio Ave e Benfica já mediam forças. Os responsáveis vila-condenses permitiram que os apoiantes das duas equipas assistissem juntos ao jogo e desde cedo se temeu o pior. Os adeptos da casa não gostaram da presença de alguns encarnados e das provocações às ameaças foi apenas uma questão de tempo. Numa primeira instância foram os ‘stewards’ a tentar acalmar os focos de tensão, mas por várias vezes a polícia teve de ‘invadir’ a bancada para travar as trocas de agressões.

À medida que o jogo se ia desenrolando, os ânimos foram aquecendo ainda mais, com os adeptos da casa a mostrarem-se menos tolerantes com a presença de alguns benfiquista na bancada central. Uma das piores situações aconteceu já depois do apito final. Vários adeptos do Benfica tiveram de ser retirados pela polícia, mas não se livraram de mais algumas agressões.


Autores: Pedro Ponte e Ricardo Vasconcelos