No dia em que o Estádio da Luz acolheu a pior casa em jogos da Champions dos últimos quase dois anos – a anterior mais fraca foi assinalada na receção ao Galatasaray, com os 35.726 presentes a 3 de novembro de 2015 – os 38.323 espectadores nem sempre estiveram ao lado da equipa.

Se, já ao intervalo, Luisão teve de pedir aos adeptos que, em vez de assobiar, puxassem pela equipa, na segunda metade os apupos voltaram a espaços.

Apesar de o apoio até ter sido a tónica dominante (mesmo com a equipa a perder), nos minutos finais foi da claque dos encarnados que surgiu o mote: "Joguem à bola!". Isso mesmo pediram os adeptos, contagiando muitos outros.

De resto, diga-se que, depois do referido embate com os turcos, a mais baixa assistência que as águias tiveram em casa foram os 42.126 adeptos presentes na receção ao Besiktas, na última temporada.