O 'Expresso' divulga este sábado as contas consolidadas do Benfica, números fornecidos pelos encarnados ao jornal. Num artigo assinado pelo colunista Record e diretor do semanário, Pedro Santos Guerreiro, pode ler-se que o "Grupo Benfica fechou o ano 2015/16 com capitais próprios negativos de 84 milhões", um valor bem diferente dos 21 milhões de lucro das contas individuais da SAD encarnada divulgadas na passada semana.

Segundo os números avançados pelo semanário, no Grupo Benfica, os resultados transitados no fecho de 30 de junho de 2016 são de 114,7 milhões negativos - uma melhoria de 5,4% face aos 121,3 milhões do ano anterior - de onde resulta o capital próprio negativo de 84 milhões de euros (melhoria de 16% face aos 99,8 milhões negativos anteriores.

"Os 114,7 milhões de resultados transitados devem-se ao legado Vale e Azevedo e aos custos de reconstrução e recuperação do Grupo SLB nos primeiros mandatos pós-Vale e Azevedo, onde teve de se investir fortemente na construçao de infraestrutuas e na recuperação desportiva do Grupo SLB", explica o clube da Luz.

Já o ativo consolidado dos encarnados é de 417,6 milhões de euros, mais 52 milhões do quem em 2014/15, subida que resulta essencialmente do plantel ("ativos inantigíveis são de 116 milhões", explicita-se) e de liquidez (grupo tem 32 milhões em caixa). A crescer continua igualmente o ativo: mais 28,7 milhões para um valor de 495 milhões. "O aumento surge em consequência do aumento do ativo e deve-se aos investimentos realizados na aquisição de atletas sendo a sua variação (aumento/diminuição) decorrente dos prazos de pagamento acordados e da data da transação".

Recorde-se que o relatório e contas do Benfica foi aprovado por uma esmagadora maioria de 91,2% dos sócios presentes na Assembleia Geral, que se realizou na noite desta sexta-feira, no Estádio da Luz.

Sporting e FC Porto ainda sem valores

No artigo publicado hoje, o 'Expresso', dá ainda conta de que o Sporting garantiu ainda não ter as contas consolidadas de 2015/16 fechadas, tendo enviado ao semanário as de 2014/15 que "revelam um capital próprio negativo, num valor que é quase o dobro do do Benfica: 163 milhões de euros, resultantes de muitos anos de prejuízos anteriores".

O FC Porto também ainda não divulgou os resultados. 

Autor: Sofia Lobato