A 17 de setembro, João Félix tornou-se no mais novo de sempre a vestir a camisola da equipa B do Benfica, ao entrar no jogo com o Freamunde; a 15 de fevereiro passou a ser o mais novo de sempre mas a marcar na 2.ª Liga, apontando (90') o único golo das águias diante do Ac. Viseu, que venceu por 2-1. Pedro Cordeiro, sócio da empresa Soccerpromaster, evidencia as qualidades do médio-ofensivo, que "são muitas".

"O João será um jogador de eleição. Vai ter um futuro brilhante, não só em termos de qualidade técnica, mas mental também. Saiu de casa muito cedo. É a jogar a 10 que rende mais, é nessa posição que pode chegar à excelência. Penso que será um jogador na linha do Rui Costa, do Aimar, joga sempre de cabeça levantada. É muito elegante e tecnicamente é fabuloso, apostando na velocidade", referiu.

Promete cada vez mais trabalho

O golo ao Ac. Viseu jamais será esquecido, mas João Félix não se deslumbra. "Foi um sentimento de recompensa. Tenho trabalhado para jogar, marcar e ajudar. Tenho de continuar a trabalhar e pensar no próximo jogo", afirmou à BTV o médio, que já marcou 10 golos pelos juniores esta época. Sobre os colegas, Félix, que assinou contrato profissional em julho, só tem elogios: "Integraram-me bem."


Autores: João Socorro Viegas e Vanda Cipriano