A ‘sedução’ de jogadores do Benfica por parte do Sporting teve várias ocorrências até hoje e começou quase desde a fundação de ambos os emblemas. Em 1907, oito jogadores do Sport Lisboa passaram a equipar de verde e branco e quase levaram à extinção do clube. Antes do caso mais badalado, em 1993, houve um outro em que foi a vez de os encarnados retaliarem, segundo conta José Gaspar Ramos, e que quase fizeram com que Luís Figo, então com apenas 17 anos , se mudasse para a Luz, em 1989.

"Um jogador chamado Ali Hassan estava à experiência no Benfica durante um mês. Tínhamos feito um acordo com o clube dele. Nesse período, o Sporting aliciou-o. Falei com o Jorge Gonçalves e pedi-lhe para não o fazer", começou por contar o então diretor para o futebol. "Jorge Gonçalves avançou, o jogador foi para lá e fui na altura pressionar uma série de jogadores inclusivamente o próprio Figo, que veio a assinar pelo Benfica com a inscrição na Federação. Entretanto, apareceu Sousa Cintra, que lhe ofereceu mais dinheiro e segurou-o no Sporting. Rasgou o contrato com o Benfica e levou a que a Federação o castigasse por três meses e o Benfica fosse indemnizado em 30 mil contos", lembrou Gaspar Ramos.