A SAD encarnada vai proceder a alguns reajustes na próxima janela de transferências e a ‘operação saídas’ está em marcha. Ao que Record apurou, no planeamento das águias está a saída de sete elementos (ver textos ao lado) que atualmente fazem parte do plantel principal, sendo que ‘apenas’ uma mão-cheia tem mais peso no grupo.

A ideia de Luís Filipe Vieira e seus pares, sabe o nosso jornal, passa por colocar regularmente à disposição de Rui Vitória um grupo composto por 24 jogadores. Atualmente, o técnico tem um extenso lote com 29 elementos, pelo que a possível saída destes sete reduziria o grupo a 22. Feitos os cortes, a projeção passa pela integração de duas caras novas, neste caso para as laterais, onde Douglas e Eliseu podem abrir espaço.

Yuri Ribeiro pode voltar

Com ligação direta a uma possível saída de Eliseu, em cima da mesa está, sabe Record, um regresso de Yuri Ribeiro ao Seixal. O lateral-esquerdo, de 20 anos, está cedido ao Rio Ave, mas o retorno antecipado está previsto contratualmente e o canhoto tem sido seguido muito de perto pelos responsáveis dos tetracampeões.

Também com possível ingresso antecipado pode estar Vlachodimos. O guarda-redes, de 23 anos, já assinou até 2023 e, caso surja um entendimento com Paulo Lopes (39 anos), a SAD poderá entrar já em contacto com o Panathinaikos para ‘resgatar’ o jogador.

OS 7 'CASOS':

Douglas. O Barcelona já procura novo clube para colocar o brasileiro a partir de janeiro. Caso venha a acordar nova cedência, resgata o camisa 8 da Luz, tendo a SAD alvos já posicionados para reforçar a lateral direita

Lisandro López. O central já pediu para sair para poder jogar com mais regularidade. O Benfica aponta a vendê-lo, mas Filipe Vieira já sabe que terá de baixar a pretensão de encaixe na ordem dos 12 milhões

Eliseu. Em final de contrato, não está entre as prioridades nestas saídas, mas o Benfica aponta a deixá-lo sair em janeiro. Aos 34 anos, tem mercado e a SAD pode jogar com isso, avançando depois para um reforço

Filipe Augusto. Mal-amado pelos adeptos, o médio tem via aberta para deixar as águias em janeiro, sendo que, neste caso, tudo indica a título de empréstimo até final da época. Há soluções para o posto no plantel

Chrien. Rui Vitória já o lançou duas vezes (Belenenses, Liga; e Olhanense, Taça de Portugal), mas, a partir de janeiro, a integração definitiva nos ‘bês’ pode ser uma realidade, não sendo de excluir a cedência

Willock. Sem minutos na equipa principal, a promessa formada no Arsenal deverá ter caminho semelhante ao de Chrien. Aos 19 anos, a SAD vê nele potencial, mas nesta altura à margem do plantel principal

Gabriel Barbosa. O empréstimo do Inter será interrompido a meio da época e, por esta altura, só falta saber onde irá o campeão olímpico dar continuidade à sua carreira. Soluções no plantel para o posto também não faltam

Autores: Filipe Pedras e Valter Marques