O castigo de dois jogos imposto pela UEFA a André Almeida é passível de recurso, mas este cenário é pouco provável, apesar de, neste momento, as águias estarem à espera de saber quais os fundamentos do castigo. Caso decidam avançar para o Comité de Apelo, num prazo de cinco dias úteis, os responsáveis do Benfica acreditam que, no máximo, o lateral estaria disponível para o jogo em Manchester no final do mês, falhando a receção aos red devils (18) – o recurso não tem efeitos suspensivos.

A UEFA anunciou ainda uma multa de 6 mil euros ao Benfica pelo facto de, em Basileia, os adeptos terem arremessado objetos. Antes de conhecida a pena, as águias já tinham contestado a decisão, pois naquela bancada também se encontravam adeptos suíços. Em 2015, recorde-se, após a deslocação ao estádio do Atlético Madrid, a UEFA puniu o Benfica com um jogo à porta fechada com pena suspensa por dois anos. A suspensão termina a 19 de outubro, um dia após a receção ao Manchester United.