Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Roma considera Salvio solução mais barata do que Ziyech

Argentino está nos planos dos italianos

• Foto: Miguel Barreira
Eduardo Salvio está na lista de compras da Roma para a próxima temporada. O extremo do Benfica é um dos alvos dos responsáveis do terceiro classificado da última edição do campeonato italiano.

De acordo com informações recolhidas pelo nosso jornal, a Roma tem dois nomes em agenda: o marroquino Hakim Ziyech e o argentino das águias, jogadores que participaram no Mundial da Rússia. A preferência dos italianos recai em Salvio.

O benfiquista é visto como uma solução mais barata do que Ziyech, aliando a isso as suas qualidades, muito apreciadas pelos responsáveis da Roma. Tanto mais que Salvio está a menos de um ano de terminar contrato com as águias, ao passo que o jogador que defrontou Portugal no Mundial está vinculado ao emblema holandês até 2021.

Salvio é, de resto, um velho conhecido de Monchi, diretor desportivo do clube da capital italiana. O dirigente estava no Sevilha quando, em 2009, o extremo trocou o Lanús pelo At. Madrid, primeiro clube que representou na Europa. A Roma aponta, agora, a Salvio, vendo nele um alvo apetecível.

Em aberto

O futuro profissional de Salvio, que hoje celebra o 28º aniversário, está em aberto. A renovação do contrato ficou adiada para depois da participação no Mundial, mas a verdade é que ainda não existe acordo e o processo há muito que está congelado.

A transferência é, de resto, uma possibilidade em cima da mesa. Salvio, como Record já adiantou, tem pretendentes em Espanha e Itália, surgindo a Roma como um dos mais firmes candidatos à sua contratação.

Depois de ter cumprido a sétima temporada de águia ao peito, a sexta consecutiva, El Toto representou a seleção argentina no Mundial. Por isso, teve autorização para se apresentar mais tarde, sendo esperado pelo Benfica para seguir com a equipa para Inglaterra, domingo de manhã.

A sua saída volta a estar em cima da mesa. Em agosto de 2013, Salvio teve tudo acertado para se transferir para o Zenit, então comandado pelo italiano Luciano Spalletti. Mas uma grave lesão no joelho direito, que o levou à mesa das operações e o fez perder grande parte da época, deitou tudo em perder. Em outubro de 2016, o futebolista afiançou que esteve perto de trocar o Benfica pelo Monaco. "Mas a minha cabeça sempre esteve aqui", atirou, então.

Dossiê nas mãos do presidente

O dossiê Salvio está nas mãos de Luís Filipe Vieira, sabe o nosso jornal. Face à delicadeza do assunto, o presidente da SAD decidiu chamar a si o assunto. Em abril passado, o representante do extremo, Agustín Jiménez, esteve em Lisboa e reuniu-se com Vieira, para tratar da renovação. "Tivemos uma conversa positiva", assinalou o empresário ao nosso jornal. O processo ficou então parado e adiado para depois do Mundial, sendo este um dos processos que estão pendentes. À semelhança, de resto, de Jonas, cujo contrato também termina em junho de 2019. O brasileiro já fez saber que pretende ser aumentado, passando a auferir salário idêntico ao de Ferreyra – 2,2 milhões de euros
por ano.
Por Nuno Martins e Alejandro Panfil. Buenos Aires. Argentina
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M