Rui Vitória salientou a exibição do Benfica diante do Sporting, referindo que pese o empate caseiro (1-1) a sua equipa mostrou argumentos e ocasiões suficientes para ganhar.

Sobre o jogo - "Resultado tremendamente injusto pela nossa exibição. Não merecíamos pois fizemos um grande jogo, sempre à procura do golo. O Sporting teve poucas ocasiões de ataque, fomos sempre muito mais fortes. Krovinovic falou em massacre, eu não gosto muito desses termos mas a segunda parte foi muito forte da nossa parte. Não ganhámos mas esta força é um sinal muito positivo do nosso trabalho. Foi uma força muito grande"

Arbitragem - "Duas notas rápidas: marcaram penálti quase a acabar, um dos vários que houve, e vou estar atento à carreira destes dois árbitros, o Hugo Miguel e o Tiago Martins (vídeo-árbitro), para ver em situações do mesmo género que decisões vão tomat daqui para a frente. Uma terceira nota: esclareçam até quando e em que circunstâncias é que a consulta do VAR no recinto de jogo pelo árbitro tem de fazer sentido. Aqui deviam ter discutido e o árbitro devia ter tido oportunidade. Mas isto fala-se na apreendizagem. Esta questão deve ser esclarecida para não suscitar estas dúvidas"

Manifestação de apoio dos adeptos - "Agradeço aos adeptos o apoio. Ontem abordámos isso da onda vermelha, que quando cresce é difícil de parar e hoje sentimos isso. O que fizemos as pessoas também gostaram e era suficiente para ganhar. Vamos disputar esta liga até ao limite, podem contar connosco, e os adeptos deram sinal que só tocam no coração do Benfica se nós deixarmos."