A direção do Benfica não afasta a hipótese de vender André Carrillo no presente mercado de transferências, caso surjam propostas interessantes para os cofres da Luz. Embora o jogador peruano continue a merecer a confiança de Rui Vitória – titular no último encontro, frente ao Vizela –, o rendimento do extremo tem deixado muito a desejar e já nem os adeptos escondem a desilusão com as exibições do avançado. Tal foi confirmado pelos assobios que ouviu do público presente no Estádio da Luz, na partida frente ao Vizela, em várias ocasiões.

Carrillo nem se pode queixar da falta de oportunidades, pois já foi chamado a jogo por 16 vezes, mas esteve sempre longe de mostrar o futebol que apresentou no rival Sporting e conta apenas com um golo ao serviço das águias.

O Benfica desembolsou 6,6 milhões de euros, de prémio de assinatura e comissões, para garantir Carrillo, que vinha de um diferendo com o Sporting, pelo que era um jogador livre. Assim, se houver uma proposta interessante e que supere estes valores, a direção do clube estará disposta a negociar o internacional peruano, de 25 anos.

Afastado longos meses dos relvados, inicialmente, todos deram o benefício da dúvida, mas a paciência parece esgotar-se.