'Apertado' por problemas financeiros, o Panathinaikos está obrigado a garantir 2,5 milhões de euros até final de outubro e, nesse sentido, a imprensa grega revela que o emblema de Atenas está já a colocar em marcha um plano para resolver esta situação. Um plano que inclui a (quase) obrigatória venda de jogadores, mas também reuniões com ex-futebolistas do clube (entre os quais o ex-benfiquista Giorgos Karagounis) e também com o próprio primeiro ministro do país, Alexis Tsipras.

No que a vendas de jogadores diz respeito, conforme Record já revelou, o primeiro a sair pode ser Odisseas Vlachodimos, guardião que está na mira do Benfica. De acordo com a Nova Sports, as negociações entre o clube da Luz e o Panathinaikos pelo guardião estarão em fase bastante avançada, podendo haver novidades nos próximos dias. O guardião, diga-se, foi confrontado no sábado com o interesse das águias, ainda que tenha fugido ao assunto.

"Não há nada de novo. Apenas tento ajudar a equipa e procuro fazer o meu melhor", garantiu o guardião, logo após o triunfo por 2-0 ante o Giannina, numa declaração na qual deixou claro que os problemas do clube não afetam o plantel: "Para nós jogadores o importante é aquilo que mostramos em campo. Quanto aos outros problemas não podemos fazer nada. Tentamos trabalhar todos os dias e dar o máximo pelos adeptos".

Autor: Fábio Lima