O nosso website armazena cookies no seu equipamento que são utilizados para assegurar funcionalidades que lhe permitem uma melhor experiência de navegação e utilização. Ao prosseguir com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies ou para os desativar consulte a Politica de Cookies Cofina

Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Álvaro Braga Júnior considera "infeliz" arbitragem do jogo do Boavista com Rio Ave

Presidente da SAD dos axadrezados vai fazer uma exposição ao Conselho de Arbitragem

• Foto: Ricardo Jr
O presidente da SAD do Boavista considerou esta terça-feira "infeliz" a arbitragem do último jogo dos axadrezados em casa do Rio Ave, o qual perderam por 2-0, e que esta "penalizou no imediato e nos próximos jogos".

Álvaro Braga Júnior referiu que vai fazer uma exposição ao Conselho de Arbitragem do que considera ter sido falha da arbitragem nesse jogo, mas que, com isso, não pretende "abrir qualquer processo de intenções a ninguém".

"Temos todo o respeito pela arbitragem e consideração pelo Conselho de Arbitragem. Este ano, já perdemos outras vezes e nunca evocámos a arbitragem para justificar o resultado. No entanto, não abrindo o processo de intenções a ninguém, a arbitragem foi, de facto, infeliz e penalizou-nos imenso. Vai seguir hoje uma exposição, acompanhada de fotografias, em relação aos lances que nos penalizaram no jogo com o Rio Ave", disse Álvaro Braga Júnior, em declarações à agência Lusa.

Para o presidente da SAD boavisteira estão bem definidos os momentos em que o árbitro Hélder Malheiro errou.

"Pouco depois do primeiro minuto, há uma grande penalidade perdoada ao Rio Ave, depois, aos 13 minutos, há o lance de golo do Rio Ave. Em boa verdade, ninguém pode dizer que a bola entrou toda, ou não, mas quem não pode dizer é quem assumiu a maior responsabilidade do lance, que foi o árbitro assistente, porque estava a 4/5 metros da linha de fundo, não estava no enfiamento da linha de baliza e o guarda-redes do Boavista tapou a bola com o corpo", começou por enunciar.

O dirigente acrescentou: "E, talvez no lance mais controverso, tirando o primeiro golo do Rio Ave, aos 65 minutos, quando o Fábio Espinho é derrubado, seguia isolado, o árbitro marca falta contra o Boavista, entendendo que houve uma simulação do jogador. Isto não só nos penaliza no imediato, porque seria um livre direto e o jogador veria um cartão, mas também nos penaliza para o próximo jogo, porque o Fábio Espinho viu o quinto amarelo e naturalmente não vai poder jogar."

Álvaro Braga Júnior defendeu ainda que existiu "uma dualidade de critérios na amostragem dos cartões amarelos", numa noite que, do seu ponto de vista, foi "bastante infeliz" para a equipa de arbitragem.

O presidente da SAD do Boavista aproveitou ainda para esclarecer que, "muito provavelmente, o plantel não será reforçado no mercado de janeiro".

"Estamos a cumprir os objetivos a que nos propusemos no início da temporada e estamos serenos nessa matéria. Os nossos reforços sairão de três claras fontes: felizmente o Yusupha está recuperado, o Idris está recuperado e a ganhar a sua habitual forma física e espero que muito rapidamente isso aconteça com o Renato Santos e com o Edu. Esta é a primeira fonte dos nossos reforços, a recuperação dos nossos lesionados", referiu o dirigente.

Álvaro Braga Júnior prosseguiu: "Em segundo lugar, estamos atentos à equipa B e, finalmente, estamos atentos à equipa de sub-19, sendo habitual atletas das duas equipas virem treinar com a nossa equipa sénior."

O dirigente elogiou o trabalho levado a cabo por Jorge Simão e restante equipa técnica: "Este mérito é do Jorge Simão e da sua equipa. Têm feito um trabalho extraordinário, têm potencializado os jogadores. O que me parece é que, tirando estas fontes, não iremos ao mercado de janeiro. Por mérito do Jorge Simão e da sua equipa técnica."

O Boavista ocupa, à 19.ª jornada, o nono lugar da tabela classificativa com 24 pontos, somando sete vitórias, três empates e nove derrotas.
Por Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Boavista

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M