O treinador do Boavista disse esta sexta-feira que o jogo fora com o Feirense, para a 25.ª jornada da Liga NOS, poderá ser condicionado pelas condições climatéricas e do campo, mas o objetivo é "jogar para ganhar".

Jorge Simão anteviu essa deslocação a Santa Maria da Feira, no próximo sábado, considerando que, "neste momento", a equipa local não é um opositor fácil, apesar de se encontrar no 17.º e penúltimo lugar da classificação, com 20 pontos, a 13 dos Boavista, que é sétimo.

"Espero uma equipa que nos colocará muitas dificuldades para que nós consigamos exprimir o nosso jogo, por várias razões. Desde já o campo, que tem menos três metros de largura e menos três metros de comprimento do que as medidas estandardizadas", disse o técnico axadrezado.

Jorge Simão acrescentou que "o clima e a óbvia necessidade urgente da equipa em pontuar" são outros fatores que poderão interferir no desenrolar deste jogo, acreditando que o Feirense vai tentar um futebol de "lançamentos longos" para as costas da defesa boavisteira, "muitos duelos e muita luta pela segunda bola".

O técnico explicitou que a chuva e o vento, sendo igual para as duas equipas, "condiciona o jogo", visto que "a relva pode ficar mais empapada e a bola pode rolar com mais dificuldade".

"É um cenário muito possível de acontecer este que acabo de descrever", reforçou.

Questionado sobre se pensa que o Feirense pode ter mais vantagens do que o Boavista num cenário desses, Jorge Simão foi perentório: "Se encontrarmos essas condições, adaptamo-nos e vamos jogar para ganhar".

O treinador axadrezado recusou também que o Boavista parta como favorito para este embate frente a uma equipa que luta pela permanência.

"Preparamo-nos para ganhar, como fazemos sempre. Jogar para ganhar. De resto, a questão do favoritismo é apenas teórica. Como digo sempre, não é olhando para tabela classificativa que se retirar condimentos para preparar um jogo", enfatizou.

Outra questão abordada prende-se com o facto de o Boavista alternar vitórias caseiras com desaires fora de portas casa, sendo que a última vez que a equipa pontuou fora foi na 17.ª jornada, com o Belenenses (1-1).

"É uma questão mental, quer joguemos em casa quer joguemos fora, ter o mesmo desempenho", analisou.

Na última ronda, o Boavista reaproximou-se do quinto posto, ocupado pelo Rio Ave, com 37 pontos, mas Jorge Simão reafirmou que o objetivo final é melhorar o nono lugar e os 43 pontos conseguidos na época anterior

"Nada nos desviará do nosso objetivo enquanto ele não for atingido. A nossa luta é essa, fazer melhor do que na época passada", insistiu.

O Feirense 17.º classificado, com 20 pontos, recebe, sábado, o Boavista, 7.º, com 33, num encontro relativo à 25.ª jornada da Liga NOS marcado para as 16:00.

Autor: Lusa