O desaire frente ao Benfica vai levar o treinador Jorge Simão a fazer alterações na equipa para a receção ao V. Setúbal e os erros cometidos pelos centrais Rossi e Henrique no Estádio da Luz podem levar o responsável axadrezado a apostar num modelo mais conservador. Ideia que implica recuar Sparagna para o eixo da defesa, posição onde o francês foi mais utilizado esta época e lançar o capitão Idris para a posição mais recuada do miolo. Eventual rotação que implica abdicar de Rossi ou Henrique, ou dos dois, porque ainda há Robson na lista de espera.

Autor: Pedro Malacó