O treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, disse que o Tondela, equipa que recebe na sexta-feira, é das "mais perigosas" a jogar fora na Liga NOS.

Durante a conferência de imprensa de antevisão ao jogo da oitava jornada, o técnico do emblema azul-grená referiu que a vontade de vencer o Tondela é "muito forte" como certamente será "muito forte" a vontade do Tondela em vencer o Desportivo de Chaves.

Depois de vencer o Moreirense e o Estoril, o timoneiro garantiu que a equipa não está "eufórica", nem perto disso, mas sim num momento interessante depois de um mau arranque de campeonato.

Mesmo que não tivesse vencido estes dois jogos consecutivos, Luísa Castro salientou que a motivação seria a mesma, porque o objetivo é ganhar cada partida e subir na tabela.

Luís Castro afirmou que a equipa de Trás-os-Montes tem de ter respeito pelo Tondela porque é das "equipas mais perigosas" a jogar fora, recordando que empatou em Santa Maria da Feira, ganhou em Moreira de Cónegos e perdeu em Alvalade.

"Tem resultados interessantes fora de casa, mas mesmo que isso não tivesse acontecido o respeito seria o mesmo, contudo, esses causam-nos maior desconfiança porque sabemos do valor dos seus jogadores e treinador", referiu.

Na sua opinião, o Tondela é uma equipa que reage muito forte à perda de bola, ataca de forma rápida com muitas unidades no centro do jogo e procura nas situações em que produz um futebol mais longo concentrar-se rapidamente na zona de ataque.

Questionado sobre o sorteio da Taça de Portugal, onde o Desportivo de Chaves vai defrontar o Fátima, do Campeonato de Portugal, Luís Castro assumiu que respeita o adversário como se fosse uma equipa de outro escalão qualquer.

O futebol, disse, ensinou-lhe que não há jogos fáceis, estando a incerteza e o desconhecido presente em cada partida, sublinhando que o objetivo é ganhar sempre o próximo jogo, evitando assim traçar metas nesta competição.

O Desportivo de Chaves, no 11.º lugar com sete pontos, recebe o Tondela, na 17.ª posição com cinco pontos, na sexta-feira, às 20:30, em partida da oitava jornada da Liga NOS, com arbitragem de Bruno Paixão, da Associação de Futebol de Setúbal.

Autor: Lusa