A iminente transferência de Dalbert do Nice para o Inter Milão deve ser oficializada durante o dia de hoje – o jogador chegou ontem a Itália – e o negócio irá garantir mais um precioso encaixe financeiro para os cofres da SAD do Vitória. A transferência do brasileiro será concretizada a troco de 20 milhões de euros e a SAD minhota terá direito a receber cerca de 2 milhões de euros, uma vez que ainda reserva 10% do passe do jogador.

Um belo jackpot para quem não precisou de acertar nos cinco números e duas estrelas. Aliás, bastou uma temporada (2015/16) para Júlio Mendes tirar partido da aposta feita no lateral-esquerdo, então oriundo do Ac. Viseu. Dalbert foi vendido no final dessa campanha ao Nice e o Vitória também já terá encaixado outros 500 mil euros pelo apuramento do conjunto francês para a Liga dos Campeões.

Ano de lucros

Este ano civil de 2017 está a revelar-se bastante rentável para os cofres da SAD. Ora vejamos: o Vitória encaixou 3,5 milhões de euros com a venda de Soares para o FC Porto; um milhão e meio pela saída de João Pedro rumo aos LA Galaxy; 4 milhões com a transferência de Bruno Gaspar para a Fiorentina. Se a isto juntarmos os 2 milhões relativos a Dalbert, os 500 mil euros pelo apuramento do Nice para a Champions e os 2,6 milhões relativos à entrada direta do Vitória da fase de grupos da Liga Europa são já... 14,1 milhões de euros assegurados.

Autor: André Gonçalves

Temas:

Dalbert