O treinador do Estoril disse este sábado que a sua equipa precisará de estar equilibrada emocionalmente para vencer o Sporting no domingo, na 21.ª jornada da Liga NOS, e desvalorizou as ausências de Bas Dost e Gelson Martins.

"Amanhã espero um Sporting forte, moralizado, que ocupa a primeira posição na tabela e será o adversário mais difícil para o Estoril. É um bom adversário, vai motivar os nossos jogadores, mas temos que estar equilibrados emocionalmente e passar para o campo a nossa ideia de jogo", afirmou Ivo Vieira, em conferência de imprensa.

Na antevisão ao desafio de domingo diante da equipa leonina, o técnico dos canarinhos abordou as ausências dos lesionados Bas Dost e Gelson Martins, lembrando que existem mais opções credíveis para colmatar a frente de ataque adversária.

"O Gelson é um desequilibrador, o Bas Dost tem feito muitos golos. São jogadores que marcam alguma diferença na qualidade e nos resultados do Sporting, mas o Sporting tem que ter um plantel para andar a disputar todas as competições e já ganhou uma [Taça da Liga]. Tem que ter um plantel vasto, mas são jogadores importantes", argumentou.

Contudo, e independentemente das opções que Jorge Jesus tomar, Ivo Vieira deixou uma garantia: "A minha estratégia não vai alterar, vou jogar da mesma forma. Vamos ser uma equipa de ataque e tentar fazer golos para ganhar o jogo".

Questionado sobre a permanência do jogador que tem estado em maior evidência no Estoril, o brasileiro Lucas Evangelista, o treinador mostrou-se feliz pela permanência do médio, depois dos rumores que apontavam à sua saída no mercado de inverno.

"Estou satisfeito com a qualidade do Lucas e de todos os outros. Não gostava que jogadores como ele saíssem, mas se saísse estaria preparado para isso. O clube tem os seus interesses em termos financeiros, mas não aconteceu. Vamos tentar rentabilizar todos os que temos", frisou.

Por fim, Ivo Vieira enalteceu a qualidade ofensiva que os seus atletas têm mostrado desde a sua chega ao clube.

"É trabalho que se desenvolve durante a semana, fazer acreditar que é possível. Fizemos agora três golos (3-0 ao Tondela), já tínhamos feito três com o Desportivo das Aves, com o Vitória de Setúbal dois, mas temos que sofrer menos. É uma questão de mentalidade e de forma natural temos conseguido isso", terminou.

No domingo, o Estoril, 17.º classificado, com 15 pontos, recebe o Sporting, líder do campeonato, com 50, no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, pelas 18 horas, numa partida referente à 21.ª jornada da Liga NOS.

Autor: Lusa