Baliza

Casillas nunca jogou na Taça de Portugal nem na Taça CTT e também não o vai fazer desta vez. O titular e totalista dos dragões vai voltar ceder o lugar a José Sá, que na época passada fez todos os jogos nessas duas competições. João Costa e especialmente Vaná, a única contratação do FC Porto para esta temporada, vão continuar a correr por fora.

Defesa

Em condições normais, Maxi seria titular à direita, Layún à esquerda e Reyes ao centro, mas essa proposta está condicionada pela forma como se vão apresentar no regresso das seleções. Para completar o quarteto, Jorge Fernandes será recrutado à equipa B. O lateral Ricardo Pereira também poderá ser chamado, por forma a não estar três semanas sem competir.

Meio-campo

Danilo Pereira, Herrera e Sérgio Oliveira formaram o triângulo do meio-campo no Mónaco e em Alvalade e assim deverão continuar em Leipzig, pelo que nenhum deles deverá ser utilizado frente ao Lusitano de Évora. Abre-se espaço para Óliver Torres e André André, caso este recupere da lesão, bem como para ‘reforços’ da equipa B, como Luizão, Rui Moreira e Fede Varela.

Ataque

Aboubakar e Marega têm formado uma dupla imparável na frente e estão neste momento ao serviço das respetivas seleções. Não é de prever que Sérgio Conceição recorra a ambos nesta eliminatória da Taça de Portugal, facto que abre espaço ao regresso de Soares e até de Otávio, dois jogadores já com provas dadas no Dragão. Como recurso, Sérgio Conceição tem ainda Galeno, da equipa B.