Nas últimas semanas, ficou célebre uma conferência de imprensa de Abel Ferreira onde terá dito que não conhecia Sérgio Conceição. O contra-ataque do técnico portista não se fez esperar. Ontem, pela primeira vez depois desta polémica, os dois defrontaram-se e teve de ser Abel Ferreira a fazer vários metros para cumprimentar Sérgio Conceição. O treinador portista já estava sentado no banco quando o colega foi ao seu encontro.

Tudo parecia estar sossegado entre eles até que nova polémica se instalou. Ainda na 1ª parte, um livre rápido marcado por Jefferson deixou o banco portista irritado. Os arsenalistas reclamaram, o bate-boca foi visível e teve de ser o árbitro a intervir. Primeiro dirigiu-se ao banco do Sp. Braga. Falou com Abel Ferreira e depois com Rui Casaca. Seguiu-se o curto trajeto até ao banco do FC Porto e expulsou Vítor Bruno, técnico-adjunto, por indicação do árbitro auxiliar Ricardo Santos. Luís Gonçalves, diretor-geral da SAD, protestou com o assistente internacional.

Já após o jogo, Sérgio Conceição saiu em defesa do seu adjunto, referindo que ele não terá dito nada de grave ao árbitro.


Autores: Rui Sousa e Ricardo Vasconcelos