Com o triunfo frente ao Monaco, e consequente apuramento para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões, o FC Porto elevou as verbas garantidas pela sua participação europeia até à fasquia dos 23,7 milhões de euros.

A maior fatia do bolo diz respeito ao prémio de participação na fase de grupos, que ascende a 12,7 milhões de euros. No que toca à prestação desportiva, os portistas asseguraram 5 milhões de euros por via dos seus três triunfos e do empate alcançado na Turquia.

Dissipadas as derradeiras dúvidas sobre o acesso ao 'mata-mata' da competição, o FC Porto pode contar com mais 6 milhões de euros da UEFA. Um pecúlio que ajuda a SAD a aliviar a sua situação financeira.

Autor: Vítor Pinto