Pinto da Costa recebeu, na época passada, 520 mil euros em salários no FC Porto (remuneração fixa, sem gratificações), o mesmo valor que na época anterior. O valor consta do Relatório e Contas da SAD portista, entregue na quinta-feira à CMVM, documento que avança ainda que "as remunerações atribuídas durante o exercício aos elementos do Conselho de Administração da FC Porto - SAD ascenderam a 1.425.417 euros e estão totalmente pagas".

Assim, Adelino Caldeira, Fernando Gomes e Reinaldo Teles, os restantes elementos da SAD portista remunerados, auferiram de 28 mil euros (brutos) cada um, ao passo que Antero Henrique, que renunciou ao cargo de administrador a 1 de setembro de 2016, recebeu 44.417 euros.

E os rivais?

Em termos comparativos, refira-se que Bruno de Carvalho recebeu, no mesmo período e como presidente da SAD do Sporting, perto de 183 mil euros: ao valor fixo de 147 mil euros (igual ao do ano passado) acrescenta-se um valor variável de 35.751,43 euros (que compara com os 14 mil do exercício anterior), o que perfaz um total de 182.751,43 euros.

O Benfica ainda não apresentou o relatório de 2016/17, mas no exercício anterior (2015/16), Domingos Soares de Oliveira e Rui Costa auferiram um total de 537 mil euros: o primeiro recebeu 307 mil (231 fixo e 76 em variáveis), ao passo que Rui Costa recebeu 230 mil euros (apenas remunerações fixas, sem variáveis).