Sérgio Conceição lamentou o ataque ao plantel do Sporting na Academia de Alcochete, na terça-feira à tarde, falando num "caso de polícia" levado a cabo por "vândalos" e admitindo que até se sentiu "mal" a ver as imagens da invasão do centro de treinos dos leões.

"Tenho acompanhado. Não gostava muito de entrar por aí. Acho que é de lamentar. É um caso de polícia. São vândalos. Isto não é o futebol. Isto é outra coisa que não o futebol. Nem sei como etiquetar isto. É tão repugnante, tão baixo nível… Os jogadores têm famílias, os treinadores… Independentemente de se jogar bem ou não, há toda a uma vida para lá da paixão futebolística. Sinto-me muito mal a ver determinadas imagens porque mexe comigo. Enviei uma mensagem a Jorge Jesus, mas ainda não falei com ele", contou o treinador do FC Porto numa entrevista ao 'Porto Canal'.