Ainda em matéria de avançados, ficou a saber-se, através da divulgação do Relatório e Contas de 2016/17, que o FC Porto adquiriu a totalidade dos direitos económicos de Soares por 5,6 milhões de euros e que o seu compatriota Galeno custou 1,5 milhões, embora neste caso a SAD só tenha comprado 75 por cento do passe do jogador, de 19 anos, que tem jogado pela equipa B dos dragões.

Em sentido contrário, no que respeita a saídas, da transferência de André Silva para o AC Milan por 38 milhões de euros resultaram mais-valias de 27,8 milhões, enquanto a venda de Rúben Neves aos ingleses do Wolverhampton por 16 milhões de euros permitiu o encaixe de mais-valias no valor de 12,5 milhões.

Feitas as contas, entre entradas e saídas no exercício em causa, o FC Porto teve um saldo positivo de 41,291 milhões de euros com transações de passes, registando aqui uma subida, já que no período anterior tinha-se ficado pelos 38,658 milhões, valor para o qual tinham contribuído as transferências de Alex Sandro, Imbula e Maicon.

A propósito de André Silva, refira-se que o encaixe total poderá chegar aos 40 milhões de euros, dependendo dos objetivos atingidos pelo internacional português ao serviço do clube italiano, onde soma seis golos.

Temas:

Soares