O plantel do Feirense começou esta segunda-feira a preparar um jogo que todos acham fundamental para o sucesso da época, assumindo a visita de sábado a Belém como absolutamente decisiva, depois de uma série de quatro derrotas consecutivas que deixaram a equipa novamente em lugar de descida.

O voto de confiança da SAD que seguiu para Nuno Manta foi alargado ao grupo de trabalho, premiado com uma folga retemperadora durante todo o fim-de-semana e que serviu também para reflexão, com os jogadores a prometer uma resposta à crise de resultados.

O capitão Luís Rocha foi uma das vozes que se levantou, registando com todas as letras uma forte mensagem de esperança na sua página do Facebook: "Sei que neste momento o mais fácil é apontar o dedo e dizer quem é o mais culpado. Já nos deram como os piores desde a época passada e no entanto ainda cá estamos, por isso ainda vão ter que levar connosco porque ainda estamos vivos ."

Autor: António Mendes