O treinador do Feirense, Nuno Manta, lamentou a derrota sofrida (1-0), este domingo, no Estádio do Bessa, e admitiu que o Boavista foi mais forte até ao golo. Ainda assim, lamentou a falta de sorte que a sua equipa tem conhecido nos últimos tempos.

"Não vou dizer que a equipa acordou um bocado tarde para o jogo. Houve momentos em que o Boavista foi superior ou controlou o jogo e não nos deixou sair com algum critério. Depois, fomos à procura do empate e eles defenderam o 1-0. Tivemos mais bola e mais dinâmica. Alarguei a frente de ataque, procurando encostar o adversário lá atrás", considerou. "O jogo resume-se a um golo que o Boavista fez e nós não conseguimos fazer", prosseguiu.

Esta foi a quarta derrota consecutiva do Feirense, um registo surpreendente depois dos bons resultados na época passada, com Nuno Manta ao comando. "O que está a faltar é fazer golo", segundo o treinador. "Temos criado situações para os fazer e não os temos feito. É uma questão de a bola entrar ou não entrar", realçou.