Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Cláudio Braga: «Minuto 92 ou 94? Quem não procura não vai conseguir»

Treinador elogia exibição que levou a reviravolta nos descontos

• Foto: Hélder Santos
O treinador do Marítimo, Cláudio Braga, considerou justa a vitória do Marítimo sobre o Chaves (2-1), com direito a reviravolta nos descontos da partida. O treinador salientou que a equipa procurou reagir à desvantagem e foi premiada por isso.

"Nós achamos sempre que merecemos e este foi mais um jogo em que o grupo de trabalho tinha aquela sensação que, se saíssemos daqui sem ganhar ou empatar, seria mais uma injustiça, mas isso não conta no futebol.

O que conta é atacar para fazer golos e, como é em nossa casa, ter uma exibição positiva. Sabe bem, porque são três pontos e porque trabalhámos muito para conseguir [vencer] e era o que queríamos dar à nossa massa associativa, que nos deu muito apoio.

Sabíamos que o Chaves era uma equipa muito forte a defender e com uma grande agressividade. São compactos e saem muito bem no contra-ataque, são fortes nas bolas paradas ofensivas.

Nós temos as nossas armas e queríamos circular a bola, acelerar o processo nos corredores e é esse o processo de trabalho e é por isso que digo que merecíamos.

Se puder resolver mais cedo, é isso que nós queremos. Infelizmente, não conseguimos até agora, mas tenho a certeza que, no futuro, vamos conseguir.

Se é no minuto 92 ou 94? Quem não procura, não vai conseguir. Nós procurámos, os nossos jogadores foram lá à frente, começaram a aparecer em zonas onde estão mais perto do golo e foi isso que aconteceu."
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Marítimo

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M