O técnico do Marítimo espera que os Barreiros continuam a ser uma fortaleza para a sua equipa, de modo a consolidar o 6.º lugar e ficar mais próximo da nona qualificação da história do clube para as provas europeias.

"Estamos muito perto de conseguir algo excecional esta época, depois de muita descrença, muito negativismo, muitas dificuldades e contrariedades. Podemos fazer desta uma época brilhante e estamos próximos. Por isso, peço aos adeptos que continuem a apoiar-nos como até aqui, pois temos sido muito fortes no "caldeirão" e a massa associativa foi, é e continuará a ser muito importante nos 3 jogos que faltam jogar em casa", salientou Daniel Ramos.

O Belenenses estreia Domingos Paciência e, apesar de ser uma incógnita, não deve perder a sua matriz. "É uma equipa que joga bem, gosta de arriscar e ter bola. Mesmo com esta mudança, não me parece que existirão grandes diferenças. A mudança de treinador normalmente traz impacto em termos de motivação, mas também é um facto que o Belenenses vai encontrar um Marítimo concentrado e motivado, querendo continuar a somar pontos para consolidar esta posição em que estamos", assinalou.

Concentração.
As notícias em redor da saída de alguns jogadores, como sucedeu esta semana com o lateral-direito Patrick Vieira, são geridas com algum cuidado. "Os tais focos de dispersão por vezes aparecem por aí. Mas vejo isso mais pelo lado positivo, pela valorização dos jogadores. Importante é saber conviver com isso e não deixar que seja um fator de desconcentração. Têm havido conversas nesse sentido com o grupo de trabalho, para estarmos focados. A equipa está avisada que não vale a pena pensar no futuro... antes de as coisas acontecerem. O futuro imediato é o jogo de amanhã e aquilo que há-de acontecer é sempre consequência daquilo que vamos fazendo", notou.


Autor: Gonçalo Vasconcelos