Segundo jogo a titular pelo Marítimo frente a um grande e segundo sem perder. Draúsio, defesa-central de 26 anos, ex-Catania, de Itália, foi titular contra o Sporting, em Alvalade, na Taça CTT, e com o Benfica, para a Liga NOS. Não conheceu a derrota desde que chegou à Madeira.

"Não pode dizer-se que estou talhado para defrontar esse tipo de equipas, mas não deixo de ficar feliz por ainda não ter perdido com a camisola do Marítimo. Espero manter-me assim até ao fim do campeonato", explicou.

Recordando o duelo com os encarnados, o jogador aceitou o empate mas não ficou completamente satisfeito. "Não foi a 100 por cento, porque poderíamos ter saído com a vitória, mas o empate não foi um mau resultado. Fiquei muito feliz por o primeiro objetivo, manter a invencibilidade em casa, ter sido conquistado". Nos Barreiros, Draúsio reencontrou Jonas, que conheceu no Guarani, nos tempos de formação do avançado do Benfica. "O Jonas é jogador de qualidade, tem bom passe e boa finalização. No golo, tentei antecipar-me por um lado, ele deu um toque e rematou", recordou.

Interrogado sobre se as hipóteses de jogar são maiores após este jogo, deixa a decisão nas mãos do treinador e apenas promete: "A minha função e dar o melhor para o Marítimo."

Gamboa e Piquetti (nas seleções), Luís Martins, Coronas e Ghazaryan (lesionados) e Ricardo Valente (gestão de esforço) falharam o treino de ontem, realizado na Camacha.


Autor: Emanuel Pestana