O golo de Ricardo Valente ao Benfica permitiu ao Marítimo segurar o 4º lugar e aumentar para 20 os jogos consecutivos sem perder nos Barreiros, isto no que respeita à 1ª Liga. O que equivale a dizer que nunca perdeu em casa desde a chegada de Daniel Ramos.

A última derrota como visitado foi a 11 de setembro de 2016, ainda na era de Paulo César Gusmão, quando um golo de Guedes deu três pontos ao Rio Ave. Duas semanas depois entrou Daniel Ramos, que se estreou com um 2-0 ao Tondela e ainda não parou: 14 vitórias e 6 empates, 31 golos marcados e 11 sofridos.

Neste período o Marítimo só ficou a zeros no dérbi com o Nacional e só uma vez sofreu mais que um golo, no empate (2-2) com o Sporting. O técnico apenas perdeu na Taça CTT, frente ao Sp. Braga (0-1), com um golo já nos descontos e com o central Maurício na baliza após a lesão de Gottardi.

A equipa volta esta manhã ao trabalho, sem Gamboa, que foi representar os sub-21. Erdem Sen, refeito de lesão muscular e à procura de ritmo, deve reaparecer no próximo jogo da Taça, com o U. Torcatense. Luís Martins, Coronas e Ghazaryan estão aos cuidados do departamento clínico.


Autor: Gonçalo Vasconcelos